Zidane volta ao Real Madrid mas não melhora o time

Benzema na GQ - Benzema é o destaque da edição de maio da GQ Espanha, falando de moda, família e futebol
Benzema é capa de revista espanhola e declara que espera vencer os últimos jogos da temporada
24 de abril de 2019
Paul Pogba, meio campo do Manchester United e da seleção Francesa estaria a caminho do Real Madrid
Pogba em Madrid
30 de abril de 2019
Compartilhe

Zidane volta ao Real Madrid e deixou os madridistas bem animados depois da realidade de perder os três títulos que estavam em disputa na temporada. O Barcelona encerrou a participação do clube merengue na Copa del Rey, na Europa seu carrasco foi o Ajax e em LaLiga, o próprio Real Madrid se matou após sua própria irregularidade contra os melhores resultados do Atlético de Madrid e Barcelona.

Quando o retorno do francês para substituir o Solari foi confirmado, o Real Madrid estava  doze pontos atrás do Barcelona e cinco do Atlético de Madrid, com poucas chances de conquistar LaLiga e lutando mais para ser vice-campeão, o que agora é muito difícil. A três rodadas do fim do campeonato, o Barcelona já é campeão com uma vantagem de 18 pontos sobre os merengues.

Esses resultados, somados às sensações transmitidas pela equipe merengue, levaram Zidane a mudar sua mensagem de otimismo ao pedido de desculpas. “Queremos terminar bem a temporada”, repetiu em conferências de imprensa antes dos jogos contra o Celta (2-0) e Huesca (3-2). Após a derrota contra o Valencia, o tom mudou. “Nós nos afastamos mais … falamos em ficar o mais alto possível e com essa derrota é complicado”, declarou após cair no Mestalla. Neste domingo, após a derrota por 1 a 0 em Vallecas, ele já entoou o “mea culpa”. “Tenho que pedir desculpas, que isso termine logo“, disse um Zidane visivelmente irritado consigo mesmo e com seus jogadores.

Em oito jogos, Zidane volta ao Real Madrid e soma quatro vitórias, dois empates e duas derrotas, melhorando a sua imagem no Bernabéu, mas falhando fora de casa. Com uma média de 1,75 pontos por jogo, o francês viu sua porcentagem de vitórias cair para 50% em oito jogos no comando do time merengue em que enfrentou apenas três rivais na zona europeia da tabela: Getafe (0 a 0), Atlético (3 a 0) e Valência (2 a 1).

Veja também: Como é o retrospecto dos treinadores que tiveram mais de uma passagem pelo Real Madrid?

Os pontos, ao contrário de Solari, estão sendo perdidos fora de casa. Enquanto o argentino teve três de suas quatro derrotas em casa (contra o Barcelona, Real Sociedad e Girona) Zidane volta ao Real Madrid e triunfa apenas no Santiago Bernabéu, mas vê que sua equipe não dá o necessário para ganhar partidas longe de casa, onde não conhece a vitória desde o seu retorno. Perdeu em sua primeira visita ao Valência e não venceu nenhum dos três derbies de Madrid: empatou no Butarque, fico no empate sem gols no Coliseum e perdeu pelo mínimo contra o Rayo, em Vallecas.

Bale disputa a bola com Mario Suárez, durante a partida contra o Rayo Vallecano | Javier Gandul (Diário AS)

Agora, o francês e seus jogadores têm que salvar a honra de não terminar a temporada com um recorde negativo, aquele com a maior distância para o Barcelona em uma LaLiga. O recorde está em 18 pontos, diferença atual com os catalães.

O Real Madrid terá mais três jogos para reduzir a diferença com o cabeça de Laliga: em casa contra o Villarreal (5 de maio), contra o Real Sociedad em Anoeta (data e hora a confirmar) e fechará Laliga em casa contra o Real Betis na penúltima semana de maio.

Autor
Presidente [Fundador] PORTAL MÁFIA MERENGUE [MME]

Capitão Fundador e Presidente do PORTAL MÁFIA MERENGUE [MME]🔥
@mafiamerengue
Associado e Sócio do @cruzeiro
À glória do Grande Arquiteto Do Universo!
www.mafiamerengue.com


Compartilhe
Carlos Pacheco
Carlos Pacheco
Capitão Fundador e Presidente do PORTAL MÁFIA MERENGUE [MME] @mafiamerengue Associado e Sócio do @cruzeiro À glória do Grande Arquiteto Do Universo! www.mafiamerengue.com
%d blogueiros gostam disto: