Sergio Ramos voltará apenas na última rodada contra o Betis e com a seleção espanhola, em junho

No dia 3 de abril Sergio Ramos jogou seu último jogo com o Real Madrid. Após a derrota em Mestalla, Zidane deu-lhe descanso contra o Eibar e no dia 12 o clube anunciou que seu capitão sofreu “uma lesão grau I no sóleo esquerdo” que estava pendente de evolução. As lesões nessa área são traiçoeiras e ele não queria correr nenhum risco. Ele está em recuperação há quatro semanas desde que a lesão foi diagnosticada e Sergio Ramos ainda não voltou a treinar com o grupo.

Descartado para jogar em Anoeta, a ideia é que o capitão merengue  jogue o último jogo da LaLiga, contra Betis no Bernabéu. Ele também voltará a campo com a seleção espanhola (contra Ilhas Faroe e Suécia, 7 e 10 de Junho) para fazer sua partida número 165, na qual poderá se tornar o primeiro jogador na história do futebol a alcançar 121 vitórias com sua seleção (o recorde é compartilhado hoje com Casillas, com 120).

A decisão de não arriscar também está ligada ao fato de o Real Madrid não estar disputando nada desde a eliminação para o Ajax. Em outro cenário, Ramos teria sido forçado a ficar ao lado de seus companheiros.

Esta é a temporada em que Ramos alcançou mais gols: 11 com o Real Madrid e 5 com o Espanhol. Marcou 100% dos pênaltis que cobrou para a equipe merengue (10 de 10), o que causou os números do capitão da Espanha e do Real Madrid.

Carlos Pacheco Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.