Real perto de fechar com Rodrygo

Por lealdade, Allegri fica na Juventus e diz não ao Real Madrid
8 de junho de 2018
O novo quarteto ofensivo de Tite
8 de junho de 2018
Compartilhe

Dê uma nota pra esse post:

O Santos não cede em suas pretensões e quer que o Real  pague a cláusula e o atacante pode ceder parte de seu dinheiro.

O Santos não pensa em abrir mão de Rodrygo. Deixou bem claro quando o Barcelona bateu em sua porta tentando abaixar a cláusula de 50 milhões de euros (oferecendo 30 milhões) e fez o mesmo quando o Real chegou. O certo é que a equipe “blanca” foi a São Paulo com uma oferta que praticamente é o valor desejado pelo santos, mas o clube brasileiro não tem uma “musculatura” financeira para deixar escapar 5 milhões de euros, que é o que falta para que o jovem de 17 anos seja oficialmente jogador madridista.

Por isso o presidente santista, José Carlos Peres, prefere manter de pé a “partida de xadrez” caso algum clube chegar a um acordo de última hora. “Não há nenhum acordo por Rodrygo. Temos muitas propostas. Todo dia algum jornal publica que fechamos acordo. PSG, Real, Barcelona… Que eles tragam o dinheiro da cláusula. Devem pagar os 40 milhões ao Santos (o clube tem 80% dos direitos) ou não tem nada o que fazer. É o caminho que traçamos. Podem falar de um bilhão de euros se quiserem” explicou horas depois de que a oferta do Real foi conhecida.

Fontes próximas ao clube santista confirmam a oferta de 45 milhões de euros feita pelo Real Madrid, mas também insistem que não se vá aceitar menos dinheiro do que o total da cláusula. De fato, o presidente garantiu mais tarde que os jovens jogadores de Santos sairão mais caros a partir de agora. “Queremos atualizar as cláusulas dos meninos da base até 100 milhões de euros. Infelizmente, o Rodrygo tem um preço inicial de 50 milhões. Esse valor dá para o Santos respirar, pagar parte da dívida e ter uma equipe mais forte. Não defendo que deva ser vendido, só digo que há propostas. Se eles aparecerem e pagarem a cláusula, nós seremos obrigados a deixá-lo ir”.

Se o Madrid não quiser abrir a mão, tem outra maneira de dar continuidade a operação, mas isso entraria na vontade do jogador. A alternativa seria que Rodrygo transferisse ao clube parte dos 20 por cento que lhe pertence até chegar aos 40 milhões que se pretendem nos escritórios. Se a oferta de Madri for de 45 milhões de euros, o jogador deve ceder quatro dos nove que ele ganharia na operação.

O Santos de fato não abrirá mão e quer Rodrygo por mais dois anos

A intenção do Madrid é que Rodrygo desembarque na Espanha em janeiro de 2019, quando ele atingir a maior idade, mas os dois clubes devem sentar, porque o Santos quer uma operação no estilo ‘Vinicius’ e querem poder disfrutar de sua estrela por mais dois anos. “Quando se fala de um projeto, você tem que ter os pais, a família e o próprio jogador. A família é encantadora e o menino tem uma boa educação, mas não sei qual projeto eles têm em mente. O projeto de Vinicius foi continuar no Flamengo. Se Rodrygo for vendido, queremos que ele fique conosco por pelo menos dois anos. E se não, até junho do próximo ano”, acrescentou Peres. Aaron Burbridge Jersey

Autor
Sorry! The Author has not filled his profile.

Compartilhe
Léo Quintela Correia
Léo Quintela Correia
Estudante, fanático por futebol e pelo Real Madrid, goleiro. Vamos em busca da 13🏆. ⚪⚽⚪🧡🏆

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: