Real Madrid confirma que usará o Estádio Alfredo Di Stéfano no restante da temporada

Bale: “Quando eles vaiam, você perde a confiança, você joga pior e então eles vaiam ainda mais”
27 de maio de 2020
Marcelo: “O Real Madrid me ensinou a querer sempre mais e que as finais se ganham”
3 de junho de 2020
Compartilhe

O Real Madrid não atuará no Estádio Santiago Bernabéu durante a reta final do Campeonato Espanhol. A casa merengue possui um amplo projeto de reforma e modernização, o que fará o clube priorizar as obras durante as próximas semanas. Sem que o público seja permitido nas arquibancadas, a equipe convenientemente jogará no Estádio Alfredo Di Stéfano, geralmente utilizado por sua filial. A informação foi confirmada pelo presidente Florentino Pérez, em carta enviada aos sócios-torcedores da agremiação.

No comunicado, Florentino oferece uma mensagem de apoio aos torcedores diante do momento e presta solidariedade àqueles que perderam pessoas próximas durante a pandemia. O dirigente também fala sobre o impacto econômico sofrido pelo Real Madrid e que, com apoio dos funcionários nos cortes salariais, a diretoria minimizou as perdas. O clube ainda estuda uma maneira de compensar os donos de carnês de temporada pelas partidas que acontecerão com portões fechados nesta reta final de campanha.

Além disso, Florentino ressalta que o clube seguirá com seu cronograma de obras para reformar o Santiago Bernabéu e avançar com o projeto. “Uma vez mais quero manifestar meu profundo agradecimento pelo compromisso e lealdade de vocês nestes tempos de enorme dificuldade. Vamos permanecer unidos, com a esperança de que em breve possamos voltar ao nosso Bernabéu, vivendo as emoções que tornam único o sentimento madridista”, apontou o presidente. A conclusão da reforma estava prevista para 2022, com as obras concentradas sobretudo na intertemporada.

O Estádio Alfredo Di Stéfano fica dentro do próprio centro de treinamentos do Real Madrid, em Valdebebas. Facilita o acesso aos jogadores e aos próprios visitantes, já que está localizado nas vizinhanças do aeroporto de Barajas. O local foi inaugurado em maio de 2006, com um amistoso contra o Stade de Reims, comemorando os 40 anos da primeira decisão da Champions. Sergio Ramos anotou o primeiro gol. Além do nome, Di Stéfano também é homenageado com uma grande estátua na entrada.

As arquibancadas do Alfredo Di Stéfano são pequenas e possuem capacidade para 6 mil espectadores. Em compensação, há uma boa estrutura no estádio – com amplos espaços para a imprensa, aquecimento do gramado e algumas inovações tecnológicas. O Real Madrid Castilla costuma mandar seus jogos no local pelas divisões de acesso do Campeonato Espanhol, enquanto a equipe principal merengue também realiza alguns treinamentos por lá. O time de Zinedine Zidane tem mais seis compromissos em casa por La Liga nesta campanha, com destaque aos embates contra Valencia e Getafe. Já pela Liga dos Campeões, o reencontro com o Manchester City nas oitavas de final ocorre no Estádio Etihad, após a derrota por 2 a 1 dentro do Bernabéu.

Autor

Redação Portal Máfia Merengue [MME], notícias sobre o Real Madrid.


Compartilhe
Redação Máfia Merengue
Redação Máfia Merengue
Redação Portal Máfia Merengue [MME], notícias sobre o Real Madrid.
%d blogueiros gostam disto: