Entenda porque Modric pode ser condenado a prisão

Jesús Vallejo terá grande oportunidade na carreira
5 de abril de 2018
Raio-x do Real Madrid de Zidane: quem mais joga, mais vezes titular, mais eficiente…
7 de abril de 2018
Compartilhe

Dê uma nota pra esse post:

Luka Modric, do Real Madrid, está sendo  acusado de perjúrio, após ser testemunha em uma investigação de fraude fiscal em junho de 2017. Segundo promotores, as declarações do atleta não são verdadeiras e querem proteger os investigados. Se for comprovado que o depoimento do craque merengue é falso, ele pode cumprir até 5 anos de prisão.

A investigação realizada tem relação com a transferência do meia para o Tottenham em 2008. Segundo o ministério público, o valor divulgado pela diretoria do clube não é o mesmo repassado pelos londrinos. Os promotores alegam que Modric sabia dessa fraude e mesmo assim deu uma declaração baseada em inverdades.

Outro motivo que gerou suspeita sobre a veracidade do depoimento de Luka, foi o fato de dizer não se lembrar de detalhes de seus primeiros contratos. O investigado no processo, ex-diretor do Dínamo, Zdravkov Mamic, tem ligação muito próxima com o craque, ele teve interferência direta na ida de Modric para o Dínamo e isso pode ser um motivo para o meia ter mentido para ajudar o ex- mandatário.

Em partes do país, Modric é criticado por apoiar Mamic. O hotel onde Modric viveu durante vários anos com sua família durante a guerra, foi marcado com grafites anti-Modric: “Luka, você se lembrará disso um dia!!!” Em outro é rabiscado: “cadela do Mamic.”

Modric disse ao tribunal que o acordo realizado com o ex- diretor do Dínamo era de receber 50% de seu contrato de 19 milhões de libras. Zdravko Mamic é acusado de pagar ilegalmente parte desse valor e não fazer a declaração fiscal correta.

Luka Modric apresentando-se ao tribunal para testemunhar. Janeiro/2018 (FOTO: AP photo)

Os promotores alegam que não houve contrato legal e que o acordo foi cancelado quando o jogador da já havia sido vendido para o clube londrino. Mamic, seu irmão e outras pessoas ligadas ao ex- mandatário do Dínamo, são acusados de desviar cerca de 15 milhões de euros do clube desde 2008 em diferentes transações.

Mamic é considerado o mais influente no futebol croata. A jornalista Redzic em entrevista para Bleacher Report, retratou Mamic como uma figura populista clássica. Ele é generoso. Ele doa dinheiro. Ele ajuda famílias. Ele consegue trabalhos. “Há muitas pessoas que pensam que o Mamic é um herói”, diz Redzic. É parte da nossa mentalidade. As pessoas pensam que ele é um modelo para o sucesso.

O processo é visto como uma luta contra a corrupção generalizada do esporte no país.  A federação croata de futebol se posicionou favorável ao meio campista do Real Madrid, soltou um comunicado dizendo acreditar na inocência de Luka. “Confiamos no nosso capitão, acreditamos que nesse processo ele irá comprovar sua inocência”.

Redzic, que está acompanhando o caso de perto, ficou incomodada por um item em particular no testemunho de Modric. Ele, que será o capitão de seu país na Copa do Mundo da FIFA na Rússia, esqueceu o dia em que estreou pela seleção. “Eu não suportei essa mentira”, disse ela ao Bleacher Report. “Eu gritei no tribunal para ajudá-lo a lembrar da data. Foi uma grande vergonha. Cada fã sabe a data que Luka Modric estreou pela Croácia. Nós sabemos o jogo”.

O grande jogo

O ano era 2006. O amistoso contra a Argentina, realizado em Basileia, na Suíça, era um preparativo para a Copa do Mundo da Alemanha. A seleção adversária tinha Lionel Messi, Carlos Tévez, Hernan Crespo e Juan Riquelme juntos, francos favoritos ao título. A Croácia fez uma boa partida, abrindo o placar logo no começo. Mas Messi fez sua mágica e logo virou para os argentinos. O jogo estava empatado até o lance final da partida, quando a Croácia fez um gol de cabeça e concretizou a vitória. Modric entrou no meio do segundo tempo, mas não poderia esquecer um jogo desses. Na sua estreia pela seleção principal, vencendo a Argentina pela primeira vez na história, em ano de Copa, uma equipe favorita ao título mundial. Todo croata lembra-se desse dia.

Quando perguntado dessa data “sagrada”, Modric respondeu “foi em 2008”. Depois emendou: “não, talvez tenha sido antes disso”. Foi nesse momento que a jornalista gritou a data para lembrá-lo.

“Foi um dia terrível para os fãs do futebol croata, porque jogadores não se esquecem do dia em que estrearam pela seleção nacional”, diz Redzic. “Não podemos suportar o pensamento de que nosso capitão não sabe o dia em que ele jogou pela Croácia”.

O caso segue sem uma conclusão. Vale ressaltar que os processos judiciais na Croácia, envolvendo pessoas como Mamic, tendem a se estender por “anos”. Redzic não acha que Modric acabará na cadeia. “É difícil provar que ele mentiu, que ele mudou seu testemunho”, diz ela. “Os advogados que acompanharam o caso me disseram que não há grande possibilidade de ele ir para a prisão, mas quem sabe? A Croácia poderia ir à Copa do Mundo com um jogador acusado de violar seriamente as leis”, concluiu a jornalista.

 

Colaboração: Lucas Kalebe Billy Price Jersey

Autor
Sorry! The Author has not filled his profile.

Compartilhe
Anderson Cavalcante
Anderson Cavalcante
Estudante de Jornalismo, apaixonado por futebol, fã do Cristiano Ronaldo e Madridista. [email protected]
%d blogueiros gostam disto: