Demorou! Real Madrid terá equipe de futebol feminino em 2020

PSG pede Casemiro ao Real Madrid, em troca de Neymar
18 de junho de 2019
Os estranhos acontecimentos do dérbi de Madri
4 de julho de 2019
Real Madrid pode entrar no futebol feminino através do CD Tacón (foto: reprodução instagram/cdtacon)

Real Madrid pode entrar no futebol feminino através do CD Tacón (foto: reprodução instagram/cdtacon)

Compartilhe

Demorou! Real Madrid terá equipe de futebol feminino em 2020
5 (100%) 5 votes

A diretoria do Real Madrid decidiu a entrada do clube no futebol feminino nesta terça-feira.

Enquanto se fala na boa audiência da Copa do Mundo de Futebol Feminino na França, a imprensa espanhola tem veiculado que o Real Madrid estaria fechando a compra do CD Tacón, time de futebol feminino que acaba de entrar para a primeira divisão de La Liga Iberdrola, após 3 temporadas jogando profissionalmente. E a notícia acaba de ser confirmada pelo comunicado do clube divulgado nesta terça-feira, 25 de junho.

Especula-se que a compra do time feminino custou 500 mil euros para o Real Madrid, que vai aproveitar toda a estrutura e organização já criada por Ana Rossell, ex-jogadora e presidente do CD Tacón, que planeja renovar o time para a próxima temporada.

A estreia do CD Tacón com a camisa Blanca será em 2020. Mas a transição começa agora, ja que a equipe feminina passará a treinar e disputar partidas na Ciudad Real Madrid.

A imprensa espanhola já especula que o clube merengue poderá investir em alguma grande estrela do futebol feminino para reforçar a equipe. Nomes como Ada Hegerberg, Jenni Hermoso e, inclusive, a brasileira Marta, poderiam integrar o mais novo time feminino de Madrid.

De acordo com a Associação de Clubes de Futebol Feminino da Espanha, o esporte cresceu 37% no país em 2018. Jornais espanhóis apontam que a Adidas será a principal patrocinadora, assim como na equipe masculina e o clube gastaria em torno de 2 a 3 milhões de euros para montar um time feminino competitivo para a temporada. Ou seja: menos de 0,5% do valor investido em todo o clube.

Ana Rossell: “Subimos sem qualquer ajuda”

Sob a direção de Ana Rossell, o CD Tacón perdeu apenas uma partida na temporada 2018-2019 da Liga Iberdrola. A ex-jogadora é uma referência quando se fala em futebol feminino na Espanha e explica que o CD Tacón, desde sua criação em 2014, tem uma missão ainda maior que jogar na primeira divisão: de que nenhuma menina fique sem jogar futebol.

“Nós admitimos todo mundo no clube, principalmente em categorias inferiores”, disse Rossell em entrevista ao programa El Partido de las Nueve em maio deste ano.

Rossell afirma que o clube é rentável. “Somos um clube que não depende de uma estrutura masculina, com criatividade temos conseguido ser rentáveis”, disse a presidente, que, em seguida, desconversou ao ser perguntada sobre possíveis negociações com o Real Madrid. “Somos o CD Tacón. Tudo que conseguimos, fizemos sozinhos, sem ajuda de ninguém. É um projeto que deve ser apreciado”, finalizou.

Alguma dúvida de que Florentino Perez viu todo esse potencial?

Autora

Jornalista, webdesigner, gosto de esportes (principalmente tênis), cinema e de gente talentosa. www.amaisdesign.com.br | www.insightmag.com.br


Compartilhe
Micheli Santos
Micheli Santos
Jornalista, webdesigner, gosto de esportes (principalmente tênis), cinema e de gente talentosa. www.amaisdesign.com.br | www.insightmag.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: