Como o Real Madrid quer defender a honra de milhões de madridistas

Sempre Cristiano, infalível
14 de abril de 2018
Zidane: “O pênalti aconteceu não sei do que estão reclamando”
Zidane: “O pênalti aconteceu não sei do que estão reclamando”
15 de abril de 2018

Os dirigentes estão fartos de campanhas que difamam o nome do clube.

Compartilhe

Dê uma nota pra esse post:

Milhões de torcedores no mundo todo, sejam em redes sociais ou vestindo a camisa na arquibancada, tornaram-se muito mais do que apenas seguidores do clube, na visão dos dirigentes do Real Madrid. Passaram a ser um tesouro que, segundo eles, se mantém fiel mesmo com todo assédio e perseguição da mídia que sua equipe sofre.

Aqueles que trabalham no Real Madrid não entendem ou compartilham certas campanhas que afirmam existir meios e condições que favoreçam e facilitem todo êxito da entidade madridista. E pior que isso, ainda dizem que muitas dessas campanhas são apoiadas por outros clubes, os mesmos que depois vão a porta do clube Blanco para pedir ajuda em diversos aspectos.

Capa do jornal catalão “Sport”, que colocou em letras garrafais que a classificação do Real Madrid foi “o roubo do século”.

Em um mundo dividido quase que por completo, as recentes conquistas de Liga dos Campeões do Real Madrid não foram bem digerida por muitos. As campanhas de assédio e acusação, segundo os dirigentes blancos, acontecem com uma frequência tão incômoda que estão pensando em tomar uma atitude mais radical. A medida será optar por ações judiciais legais contra todos que ultrapassarem a linha de respeito à honra, colocando em dúvida a índole dos dirigentes e responsáveis pelo clube. Há um cansaço midiático constante, que é somado aos comentários de outros jogadores e clubes.

Já decidiram que não ficarão de braços cruzados. A intenção é proteger a história do Real Madrid e, especialmente, o presente do clube, em consideração aos milhões de seguidores que são obrigados a ver campanhas e propagandas contra seu time multiplicarem-se pela internet. Primeiro foram os jogadores comprados, depois a história das “bolinhas quentes e frias” com os sorteios armados, e agora a acusação de ajuda dos árbitros, alegações que colocam em dúvida a índole e crença de todos os comandados de Zinedine Zidane.

Imagem relacionada

Portanto, os dirigentes do clube consideram que o momento de defender a honra do Real Madrid chegou. E se for necessário recorrer à entidades legais, o farão. Até os próprios jogadores irão passar a responder os ataques. Florentino Pérez e o clube já deram o “ok” para que utilizem suas armas. E é questão de tempo até que seja feito. Rod Carew Authentic Jersey

Autor
Redator
Sorry! The Author has not filled his profile.

Compartilhe
Lucas Kalebe
Lucas Kalebe
Estudante de jornalismo, loucamente apaixonado por futebol e madridista de sangue blanco. Nenhuma alegria superará a que senti no minuto 93. [email protected]
%d blogueiros gostam disto: